23 de nov de 2016

Análise: Steven Universo

Fala meus peoples, estão gostando da nova pegada do blog? Eu sei que sim, então hoje tomarei um pouco do tempo de vocês para apresentar essa obra linda que se tornou um vício em minha vida (Serio isso virou um crack em minha Life).

Há Tempos me tornei um grande consumidor de conteúdo voltado para animações seja ele Animes (desenho japonês) ou até mesmo os saudosos desenhos animados.
Quem cresceu na década de noventa e início dos anos 2000 sabe como era fantástico acordar cedo aos sábados para acompanhar os desenhos do SBT ou sair correndo ao terminar a aula para chegar em casa e assistir a falecida TV Globinho.

Atualmente venho tentando achar algum desenho novo que me cative feito os clássicos antigos, até que encontrei alguns, que irei recomendar a vocês porem hoje falarei apenas do TOP 2 da minha lista. 

Para aqueles que não conhecem apresento a vocês, Steven DeMayo quero dizer




Como conheci

Todas as vezes que entrava no Cartoon Network, para assistir Apenas um Show ou Hora de Aventura (também são bons desenhos atuais), via comerciais sobre esse tal Steven Universo porem até então nunca me chamou atenção, parecia só mais um desenhinho colorido e nonsense com intuito de atrair as crianças, cheguei até assistir alguns episódios aleatórios o que me vez perder totalmente a vontade de assisti-lo. Porém neste ano após ouvir, ele ser recomendado por um podcast que sempre escuto e descobrir que toda primeira temporada está disponível no Netflix (patrocina nois Netflix). Resolvi dar uma chance ao Steven. 

Assiste os 5 primeiros episódios e achei Okay, só que não vi nada demais que me fizesse continuar. Decidi assistir mais um episódio se não visse nada interessante iria dropar a série, foi ai que me deparei com o BIZARRO e PERTURBADOR episódio 6 (Dedos de gato), pensei como algo para criança pode ter um episódio assim. Depois disso não consegui parar de assistir Steven Universo. 

Um pouco sobre a obra

Steven Universo é um desenho animado norte-americana criado pela incrível cartoonista Rebecca Sugar, que trabalha na Cartoon Network, ela é ex-artista de storyboard, ex-escritora e ex-compositora de Hora de Aventura. Para aqueles que acompanham O último episódio em que trabalhou em Hora de Aventura, foi intitulado como “Simon e Marcy” (um dos mais consagrados até hoje, lágrimas chegam a cair dos meus olhos ao lembrar deste episódio). Steven foi a primeira série do Cartoon Network Studios a ser criada por uma mulher e estreou em 4 de novembro de 2013.

Sua sinopse é bem simples ela conta a história de Steven, um jovem garoto de 14 anos de idade que é o membro mais novo das Crystal Gems uma equipe de guardiãs humanoides alienígenas, que protegem a Terra de várias ameaças, com a ajuda dos seus poderes mágicos gerados por suas pedras ou Gems para os mais íntimos.Mesmo parecendo um desenho simples, Steven Universo é bem complexo, cheio de camadas e interpretações. Podendo ser visto como apenas um desenho bobo e colorido feito para crianças, ou um clichê bem executado da jornada do herói, ou até mesmo um desenho com uma história densa e cheio de quebra de paradigmas. 

Chamei Rebecca Sugar de incrível, não é por simples força de expressão, mais sim por mérito, ela não te entrega uma obra mastigada, ao longo dos episódios ela te faz sentir crescendo junto com o herói. Diferente de Hora de Aventura você vê um sentido na história e sente seu desenrolar, isso faz com que você se interesse cada vez mais por esse mundinho que ela criou.

O carisma de seus personagens é outro acerto do desenho, Rebecca soube trabalhar bem cada um deles, tanto do núcleo principal quanto os secundários, ela trabalhou muito bem a personalidade de cada um tanto suas qualidades, e principalmente seus defeitos, isso fez com que eles se tornassem mais “vivos” e fez com que seu público se identificassem com a obra, esta ai o motivo de Steven Universo ter um fandom tão ativo ultimamente.   

Outro grande mérito é que Steven Universo consegue tratar diversos assuntos polêmicos ao longo de sua história, assuntos como depressão, inveja, amor, sexualidade, ciúmes, morte entre outros, mais tudo isso é tratado de uma forma bem simples e natural sem forçar a barra nem impor nada ao seu público. E como já disse essa obra possui várias camadas, se vocês assistiu e não viu nada disso que falei tente ver novamente, agora com um olhar mais crítico.

Por fim a série está atualmente em sua 4º temporada e possui atualmente 113 episódios, você deve estar pensando poxa queria até dar uma chance mais 113 episódios e meio puxado, parece até ser muitos, mais cada episódio possui por volta de 10 minutos, o que salva a vida daqueles que estão sem condicionamento físico para grandes maratonas.

Personagens


Garnet




Primeira quebra de paradigmas, uma personagem negra de black power e atual líder das Crystal gems. Ela e incrivelmente poderosa sendo a mais forte entre as Gems, no início ela é meio calada e seria, mais ao longo da trama isso vai mudando.


Ametista




Personagem bastante forte porém não e muito centrada dá a entender que ela age assim por ser uma das gems mais “nova”, fazendo um paralelo seu comportamento é meio que de uma adolescente rebelde querendo ser aceita.


Perola 

A princípio é a mais perfeccionista e certinha entre as gems, seu comportamento chega às vezes ser chato pois ela gosta que tudo esteja do seu jeito, sendo um bom contra ponto da Ametista que é totalmente seu inverso. Ao longo dos episódios tanto ela quanto a Garnet acabam mostrando algumas facetas que não vou dizer aqui para evitar spoilers, mas isso faz com que elas fiquem cada vez mais interessantes.


Steven



Um pequeno garoto, híbrido metade humano e metade Gems, ele é o herói da história porém não conhece nada do seu mundo e nem sobre seus poderes. Acompanhamos seu crescimento tanto como pessoa, quanto com o amadurecimento de seus poderes, assim como nos animes.

Rose Quartz 


Mãe do Steven e antiga líder das Crystal Gems, sabemos pouco ainda sobre ela apenas que ela era foda pra caralho uma Gem mega forte que liderou a rebelião das Gems e protegeu a terra por anos, até dar sua “vida” para ter seu filho.   Para que fique claro série possui diversos personagens porém mencionei só aqueles com maior destaque nas primeiras temporadas.



Leão

É nada mais nada menos que um leão rosa que simplesmente tem hiper velocidade e abre portais interdimensionais. 
 
Veredito Final

Steven Universo foi uma grata surpresa que tive esse ano, é um dos poucos desenhos animados que me fez sentir como se estivesse assistindo um anime (sei que desenho animado e anime são a mesma coisa mais vocês entenderam), seu jeito carismático e simples, com sua história densa e cheia de pontas soltas que vão se resolvendo ao longo dos arcos me conquistou, a então é fácil dizer que recomendo sim a todos, seja você criança ou um velhaco como eu.

Para finalizar tentei abordar superficialmente a obra sem dar muitos spoilers, deixei de falar sobre as musicas que não saem da sua cabeça, e das fusões que dão um toque especial ao desenho. Então assistam lá e digam nos comentários o que acharam.
    










Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário